quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

O Cosmonauta




Esses dias, vendo um show de comédia stand up onde o humorista falava da inutilidade de um alpinista que arrisca a vida subindo em uma montanha e depois nem lembra do que se passou lá em cima de tão rarefeito que é o ar daquela altitude me dei conta de uma série de profissões estranhas e situações profissionais no mínimo curiosas. Uma coisa que não entendo é o Servidor Público, na verdade, o que faz um servidor público? Ele serve, ao público mas o caso é, que tipo de serviço ele realmente faz? Tenho pra mim que os Servidores Públicos fazem parte de um grupo restrito tipo os Illuminati ou a Maçonaria. Vocês já perceberam o que uma pessoa precisa passar pra se tornar um Servidor Público?

As provas pra se tornar um Servidor Público, e a peneira usada para escolher os candidatos não deixam nada a desejar às universidades mais rigorosas do país. Muitos candidatos passam anos estudando com dedicação para conseguir uma vaga que muitas vezes vão assumir apenas em três ou quatro anos. Quando finalmente, depois de muito esforço, estudo e dedicação o candidato assume o cargo ele está pronto para participar das pesquisas mais avançadas e... ele vai separar e carimbar papeis?

Com todo respeito ao trabalho dos Servidores Públicos mas não é a toa que eles não tem muita motivação para o trabalho.

Existe ainda um profissional mais difícil de entender que o Servidor Público, o cosmonauta que antigamente era chamado de astronauta. Esse sim, é um cara que eu não entendo.

O cosmonauta não é um cara comum, ele é quase um super-herói, não pode ter deficiência visual ou de qualquer tipo, é escolhido entre os homens mais inteligentes do mundo e tem níveis de habilidades excepcionais sendo capaz de desarmar uma bomba nuclear e operar o cérebro de uma pessoa ao mesmo tempo. É um orgulho para qualquer nação ter ao menos um cosmonauta em seu quadro de heróis nacionais. Diante desse semideus você imagina que ele irá fazer alguma coisa inteligente e muito importante para toda a humanidade como achar a cura do câncer ou uma coisa parecida mas não, colocam esse ser evoluído em um tubo de metal com dezenas de metros de altura, enchem de combustível altamente inflamável, explodem aquela merda o arremessando para fora do planeta à uma velocidade e uma aceleração que fazem um fórmula 1 parecer uma tartaruga. Você já parou para se perguntar se o cara que projetou o foguete já subiu em algum? Se, e somente se, o cosmonauta sobreviver a isso tudo, ele passa dias sem uma boa comida, bebendo a própria urina, em um lugar sem ar, onde a temperatura é de quase 300oC negativos e expostos a radiação solar e tudo isso por quê?

Antigamente esses caras iam até a Lua que já não é dos melhores lugares pra se visitar, não é como ir a Disney ou Bariloche, a Lua é um dos lugares mais inóspitos conhecido pelo homem mas ao menos, ir até lá, tinha um objetivo, um propósito: o de chegar em algum lugar. Mas não nos dias de hoje. Hoje os cosmonautas dão umas voltas lá por cima, não falam com Deus, não plantam uma árvore, não tapam os buracos da camada de ozônio, não pegam carona numa calda de cometa, nada disso, e alguns ainda retornam a terra, envolvidos em uma bola de fogo, as vezes dentro de uma cápsula que de tão minúscula quase não se pode respirar até se espatifarem na água. E esses caras são os mais inteligentes da terra? Um cara desses deve ter o Q.I  de um milhão pra ver lógica nisso tudo e é interessante que ainda tem gente que acha que andar de moto é burrice.

4 comentários:

  1. Que pena que a ultima postagem é de 2014... :/ Eu ia comentar algo, e tal, mas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente eu parei de postar, Oficial mas obrigado pela visita.

      Excluir